Reserva dos Amigos e Casa do Cónego, Lisboa; Vidigal, Tejo; Vidigal Wines, 100% Syrah, Lisboa, 2004, 2008

vidigal_garrafa_1vidigal_garrafa_3vidigal_garrafa_2

Hoje falaremos de três Syrah, todos esgotados, todos com origem no mesmo produtor, a Vidigal Wines.

Começamos pelo Reserva dos Amigos, um Syrah de Lisboa que foi produzido na respectiva região vitivinícola. As notas de prova diziam que era um vinho com “muito vegetal seco, aroma um pouco afastado da casta, fruto preto e alguma pimenta. Já macio e acessível na boca, mesmo um pouco plano, mas está tudo no sítio e por isso deverá ser bebido agora.” Tinha uma graduação alcoólica de 14%. Para além da safra de 2008 também tinha havido a de 2004.

A história destes desaparecidos néctares começa com uma empresa familiar produtora e engarrafadora de vinhos de qualidade, de origem portuguesa, a Caves Vidigal, SA, fundada no ano de 1958. Foi comprada em 1994 por um português que emigrou do seu país e viveu 27 anos na Dinamarca, onde até hoje possui uma empresa importadora, principalmente de produtos portugueses para este país escandinavo. Com a volta ao país de origem, em 2001, retoma a Vidigal e casa-se com a brasileira Maria Luiza. A família veio junto: Rodrigo, o irmão Ricardo e as respectivas esposas, Luciana e Andréa.

Em 2005 uma grande empresa norueguesa distribuidora de bebidas, a Red&White, adquiriu a parte das caves dando origem à Vidigal Wines, SA. Moderniza-se e melhora-se a infra-estrutura da empresa sempre com a preocupação com a higiene e o bem-estar dos funcionários. Como 95% da produção destina-se à exportação, os vinhos mais vendidos são o Vidigal Reserva na Noruega e o Reserva dos Amigos em Angola. Alemanha, Dinamarca, Suíça, Suécia, Bélgica, Andorra, Polónia, França, Itália, Espanha, Inglaterra, América do Norte (Canadá e Estados Unidos), América do Sul (Brasil) e recentemente a Ásia (China e Índia) são também mercados da nossa empresa. O portefólio conta com mais de 33 vinhos oriundos da Estremadura, Ribatejo, Alentejo, Douro, Dão, Beiras e Minho. Há vinhos jovens, maduros, varietais, verdes, rosés e espumantes.

vidigal_logo

A produção total da Vidigal Wines é de aproximadamente 4.500.000 garrafas, mais 500.000 para o mercado interno.

A Vidigal Wines também produziu um outro Syrah na mesma altura em 2004 e também 2008 da região vitivinícola de Lisboa a 100% syrah de nome Casa do Cónego e que também se encontra esgotado.

E produziu ainda um terceiro Syrah a 100%, também nos anos de 2004 e de 2008, de nome Vidigal Syrah, este não de Lisboa mas do Tejo, com uma graduação alcoólica de 14%. Três euros seria o preço deste vinho na época.

Pode e deve-se perguntar: como é possível que a mesma empresa lance no mercado por mais de uma vez três monocasta Syrah e ao fim de poucos anos nenhum resistiu à passagem do tempo? Essa pergunta foi feita pelo Blogue do Syrah a um quadro da Vidigal Wines que deu uma resposta pela qual não estávamos à espera. E a resposta foi esta:
no início de actividade a Vidigal Wines queria apostar em força no mercado externo e plantou algumas das castas internacionais mais reconhecidas para ter um êxito mais rápido, visto que as castas portuguesas não eram tão conhecidas e seriam bem mais difícil penetrar no mercado externo produzindo vinhos de castas nacionais. Daí a aposta em força no Syrah, entre outras castas internacionais. Quando a Vidigal Wines se tornou uma grande empresa exportadora de vinhos e as suas marcas eram já conhecidas nos mercados que importavam o vinho português apostou de vez nas castas autóctones e abandonou as castas internacionais inicialmente responsáveis pelo início pujante de actividade comercial.

Quem defende esta tese não devia sequer merecer este espaço de considerações, mas no fim de tudo quem se fica a rir é quem está solidamente no mercado continuando a produzir vinhos de monocasta Syrah!

A actriz Joan Collins dizia que “a idade é apenas um número irrelevante. Excepto se for uma garrafa de Syrah.“ Mas é preciso que esse dito cujo exista! Se esgotou e não se renovou numa nova safra, não é mais que um nome e uma data. É isso que acontece com estes 3 Syrah da Vidigal Wines, fica a memória de quem teve o privilégio de com eles conviver e este nosso texto para que conste!

 

Classificação:                                                Preço: 4,00€


 

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.