Brett Edition, Herdade do Arrepiado Velho, 100% Syrah, Alentejo, 2014

Esta é a nova colheita do já famoso Brett Edition, de Sousel, dos dois Antónios:  António Antunes produtor e António Maçanita enólogo!

Este Syrah já atingiu de tal modo o estrelato e sobre ele já tecemos palavras tão exaltadas que a cada nova colheita só temos que continuar a realçar as qualidades únicas e intrínsecas que fazem parte deste Syrah, para que possa ser conhecido e degustado por um número cada vez maior de enófilos e apreciadores de coisas únicas!

O responsável principal subjacente a este néctar é a levedura «Brettanomyces/Dekkera» que  tem a capacidade de produzir determinado tipo de aromas, que se tentam descrever falando em suor de cavalo, cabedal e outros. Defeito ou virtude é parte da composição do aroma dos grandes clássicos de sempre e é, por muitos, apelidado como a “complexidade do velho mundo”. No entanto, é por outro lado, também, considerado por muitos um escandaloso defeito. Esta edição do Brett é um desses casos em que a natureza decidiu tomar liderança na enologia, estagiando parte do vinho nas barricas da edição anterior. E é aqui que reside a explicação: um Syrah ‘infectado’, de modo natural, pela levedura Brettanomyces. O resultado é um néctar multidimensional, produzindo o “Brett” níveis de complexidade aromática, que só seriam possíveis com vários anos de garrafa, mas mantendo ainda toda a fruta.

O Blogue do Syrah com António Maçanita

O mestre deste resultado como já dissemos no início é António Maçanita, enólogo sobejamente conhecido no mundo vitivinícola português. O Brett Syrah apresenta “Cor ruby- violeta, concentrado. Nariz exuberante, caixa de cigarro, couro, especiarias e groselhas pretas. Ataque redondo, suave e rico. Boa frescura e persistência no final de prova.” Tem um teor alcoólico de 14,5%, com 16 meses de estágio em barricas de carvalho francês. Todas as uvas são vindimadas à mão, seleccionadas em mesa de escolha à entrada na adega, e a vinificação decorre a temperatura controlada.

E agora um pouco de história sobre a Herdade do Arrepiado Velho. Sousel, a cerca de 40 km de Portalegre, no Alto Alentejo, viu nascer um espaço havia muito abandonado. O monte alentejano do séc. XIX foi construído de acordo com a arquitectura tradicional da região, magnificamente conservado, pleno de espaços de rara beleza. Com uma área total de cerca de 100 hectares, a barragem destaca-se entre vinhas e olival, num misto de cores e tranquilidade, como só o Alentejo consegue oferecer. O conjunto destas características faz com que a Herdade do Arrepiado Velho se integre na Rota de São Mamede – um dos três caminhos da rota dos vinhos do Alentejo.

O enófilo Nino Ferrara não há muito tempo escreveu que “Beber um bom vinho tinto, provavelmente, é o melhor acto de auto-estima e, seguramente, uma das melhores formas de contribuirmos para a nossa própria felicidade.”
Nós aqui no Blogue do Syrah confidenciamos que estamos de acordo com o Nino se pensarmos, por exemplo, no Syrah Brett Edition!

 

Classificação: 18/20                                                     Preço: 19,50€


 

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.