Solar dos Lobos, Silveira e Outro, Lda, 100% Syrah, Alentejo, 2014

Estamos aqui para falar de uma nova colheita do Syrah Solar dos Lobos de 2014, esse Syrah que também pelo design da garrafa nos tem pelo beicinho.
É um Syrah que nunca nos desanima, habituados que estamos à sua qualidade. A colheita de 2014 não foge à regra!
E é um Syrah que tem a particularidade de ter sido feito sempre por mulheres. Foi a Susana Esteban, depois foi a Gabriela Canossa, e agora a enóloga de serviço é Mariana Pinto.

É um Syrah com 14,5% de graduação alcoólica e as notas de prova da enóloga dizem que tem “Cor rubi, intensidade aromática de frutos silvestres em harmonia com notas florais e especiarias. Na boca apresenta boa estrutura, bem equilibrado com taninos redondos. Elegante e com boa persistência.”

O vinho Solar dos Lobos é resultado de uma tripla selecção de cachos e apenas provêm dos 75 hectares de vinha. A primeira selecção inicia-se perto do pintor em que se faz uma monda de cachos, seleccionando apenas os cachos que irão permitir o máximo de qualidade.

A segunda selecção acontece na vindima, em que as pessoas que vindimam estão sensibilizadas a apenas apanhar os cachos que se apresentem com um estado sanitário perfeito.
A terceira selecção é feita na entrada da uva na adega, pois esta é descarregada das caixas de 20Kg para o tapete de escolha onde se encontram 2 a 4 pessoas a retirar todas as folhas, ramos, e cachos que não possuam qualidade, por estarem verdes ou em passa.
A Herdade Vale D’Anta (25ha) fundada pelos Avós Julieta Pereira Gancho e João Rafael Coelho Gancho, situa-se junto à harmoniosa e inspiradora Serra D’Ossa (Redondo), onde o seu microclima mais fresco é tão característico. Produz essencialmente castas tintas entre as quais a Syrah, obviamente a que nos interessa!

A vinha de Arraiolos (50ha), zona quente e reconhecida pelo seu potencial em fazer grandes vinhos, produz além das castas tintas, algumas castas brancas como o Arinto, Sauvignon Blanc, Antão Vaz e Chardonnay.

Eis pois a história de uma família alentejana, com os seus antepassados ligados às terras de Alvito (Beja), tem os seus segredos e tradições encerrados no seu Brasão de Armas dos Lobo da Silveira, com origem no 1º Barão e Marquês de Alvito no séc. XV, primeiro título de barão concedido em Portugal por D. Afonso V. Cinco lobos tem este Brasão de Armas, e cinco são hoje curiosamente os seus descendentes. Cinco jovens primos que se comprometeram a levar a mensagem das suas raízes aos quatro cantos do mundo, hoje guiada pelas mãos dos irmãos Filipa e Miguel Lobo da Silveira.

E mais uma vez a referência à garrafa, de design muito original, como aliás são todas as que a casa produz, com um cartoon exibindo o dilema da escolha entre duas paixões… a mulher ou o Syrah… Mas porquê escolher? Porque não ficar com os dois!

O filósofo Séneca escrevia:
O Syrah lava as nossas inquietações, enxuga a alma até o fundo, e, entre outras coisas, garante a cura da tristeza.”
Este país dá-nos muitos motivos de tristeza.
Provavelmente é por isso que tem Syrah tão bom.
Vai então mais uma taça de Syrah do Solar dos Lobos!

 

Classificação: 17/20                                                     Preço: 11,00€


 

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.