Casa de Sarmento, Herdade da Defesa de Barros, 100% Syrah, Alentejo, 2011

Mais um novo Syrah, daqueles esquecidos, que o Blogue do Syrah consegue trazer para a luz do dia, sempre com a ajuda preciosa do leitor e amigo Carlos Campos, que nos avisou da existência deste Syrah. Alentejano de 2011, mas vendido na Mealhada.

Mas vamos contar toda a história, que começa em 1980, no coração da Região Demarcada da Bairrada, com a abertura de um restaurante especializado em leitão assado. Ao longo de 36 anos de dedicação, o restaurante chamado Meta dos Leitões deu origem a uma cadeia de restauração com vários espaços em diversos pontos do país. A aquisição de duas propriedades no Alentejo – Avis e Castelo de Vide – e uma na região da Bairrada – Mealhada – permite tornar a Casa de Sarmento auto suficiente na produção de vinhos e espumantes, de azeite e na produção agrícola e pecuária. Actualmente, mais de 80% do que se consome em cada um dos restaurantes passa pela produção própria, garantindo qualidade e segurança desde a origem até à mesa – dos leitões criados nas melhores terras alentejanas aos produtos hortícolas produzidos nas abundantes terras da região da Bairrada.

Para a produção de vinhos e espumantes a Casa de Sarmento apostou em duas frentes, tão distintas como complementares. Vinhas no coração da Região Demarcada da Bairrada e vinhas no Alentejo, na sub região de Portalegre. Na Bairrada, as vinhas com solos argilo-calcários e o clima influenciado pelo Atlântico são o local perfeito para que as castas Touriga Nacional, Baga, Jean, Merlot e Cabernet Souvignon proporcionem tintos com características especiais e diferenciadas. Para vinhos brancos frescos e espumantes de eleição aposta-se nas castas Bical, Maria Gomes e Chardonnay. No Alentejo, na sub-região Portalegre, em vinhas cuidadosamente tratadas, as castas Aragonês, Trincadeira Preta, Periquita, Alicante Bouschet e Touriga Nacional, permitem criar vinhos com alma e carácter, encorpados e ao mesmo tempo suaves, que tão bem evidenciam as características de um bom vinho Alentejano.

O Syrah da Casa de Sarmento, que tem 14% de graduação alcoólica, é um “vinho de cor rubi muito intenso, tem aromas de fruta preta, alfarroba e ainda especiarias tipo pimenta preta. No paladoar é rico e complexo, com os taninos bem presentes acompanhados de notas de baunilha e chocolate.” Se até 2005 os vinhos Casa de Sarmento eram escoados exclusivamente através da sua rede de estabelecimentos, a partir dessa data a produção ultrapassou as 600 mil garrafas por ano, numa evolução constante que tem levado a que grande parte da produção se destine aos mercados internacionais.

A Herdade da Defesa de Barros, localizada no concelho norte alentejano de Avis, pertenceu à histórica Ordem de Avis, organização de natureza religiosa e militar inicialmente dependente da Ordem espanhola de Calatrava e que em 1211 se autonomizou quando D. Afonso II doou aos freires o lugar de Avis para que aí erguessem um castelo e o povoassem. O seu primeiro mestre foi Fernão de Anes (1196-1219), a quem se deve a edificação da vila e do castelo e o último, Fernão Rodrigues de Sequeira, que morreu em 1433 e repousa no interior da igreja conventual. A grande personalidade da Ordem seria D. João, Mestre de Avis, filho bastardo de D. Pedro I, elevado ao trono de Portugal por vontade do seu povo após o interregno de 1383-1385. O nome da Ordem ficou para sempre ligado à Dinastia de Avis, a mais notável das dinastias portuguesas, a quem se deve toda a estratégia que levou Portugal a optar por uma vocação de expansão atlântica que culminaria nos Grandes Descobrimentos. Os membros da Ordem usavam um manto branco com cordões até aos pés e uma cruz verde rematada com flores de lis, insígnia da Ordem.

Nada melhor que lembrar o provérbio português:
“Casa em que caibas, Syrah quanto bebas, terra quanta vejas.”
É isso mesmo: No Alentejo, na Bairrada ou em toda a parte o que é preciso é um bom Syrah!

 

Classificação: 17/20                                                     Preço: 10,15€


 

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.