EMME, Cachamoa – Companhia de Vinhos e Azeites, Lda, 100% Syrah, Setúbal, 2007

emme_garrafa

Eis um dos últimos Syrah de Setúbal que nos falta apresentar, e que se encontra esgotado. Safra única, de 2007, o produtor é de Azeitão, Cachamoa –Companhia de Vinhos e Azeites, Lda e é daqueles produtores portugueses que gosta de apostar na “clandestinidade”. Não tem site, não tem blogue, não tem Facebook, enfim já sabemos onde é que isto vai dar! É pena porque se trata de um Syrah do qual tivemos oportunidade de degustar uma única garrafa, já em 2013, e podemos considerar de qualidade acima da média. Mas como diz o outro: “Não se pode ter tudo”! Ou seja, temos um bom Syrah, mas pouca informação para dar. Aqui vai o possível.

emme_vinhas

O enólogo desta raridade é Martim d`Avillez e a graduação alcoólica é de 14%. As notas de prova dizem que tem “Cor granada intensa e rebordo ligeiramente avermelhado, no nariz destaque para a duo, frutos vermelhos maduros e notas vegetais, bem misturados com delicadas sensações de especiarias e ainda um fino toque químico, na boca surpreende pela sua garra e ao mesmo tempo suavidade dos taninos, contando ainda com uma boa acidez e onde a fruta está bem presente e muito equilibrada com as notas de barrica, o final tem um comprimento e persistência médios/longos.“

O rótulo reza o seguinte:
As uvas da casta Syrah, que deram origem a este vinho, provêm das encostas da Serra da Arrábida, na zona de Azeitão, onde a minha família produz vinho há mais de sete gerações. Este vinho conjuga a elegância e mineralidade dos vinhos produzidos em zonas de influência Marítima, com a pujança e fruta madura que se conseguem quando se pratica uma viticultura moderna e cuidada, em climas mediterrânicos. Apresenta-se por isso redondo, concentrado, de taninos suaves e com uma acidez que lhe garantirá uma enorme longevidade. Irá revelar todo o seu potencial durante os próximos 5 anos, apresentando sempre características de excepção que irão evoluindo ao longo desse período. O Enólogo: Martim d’Avillez. Servir à temperatura de 16/17ºC, 30 minutos após decantação. Esta colheita produziu 9.904 garrafas numeradas de 750ml, cabendo à sua o nº 9400.”

O grande poeta, novelista e dramaturgo, já por nós citado anteriormente, Goethe, dizia que: “Um bom alemão não se pode oferecer aos franceses, mas ele bebe com bom gosto os vinhos da França.

Não somos da região vitivinícola de Setúbal, mas bebemos com gosto os seus Syrah! É uma pena que este produtor não tenha continuado uma intenção que ia no caminho certo.
Hoje poderia ser uma aposta ganha na Península de Setúbal. E por aqui nos ficamos!

Classificação: 16/20                                              Preço: 15,00€


 

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.