Quinta da Romaneira, 100% Syrah, Douro, 2012

romaneira_garrafa

No final do ano passado tínhamos dado a notícia de que acabara de sair a safra 2012 do imensamente sublime Syrah Quinta da Romaneira. O mês passado chegou finalmente a hora de o degustar. Hoje estamos a dar conta dos resultados sensoriais desse momento.

Aqui no Blogue do Syrah gostamos de contar as coisas tal e qualmente acontecem, assim como as que vão acontecer ou aconteceram. É o fluxo temporal do prazer gustativo em constante movimento informativo.

Há um mês fomos contactados, por correio electrónico, pela Quinta da Romaneira, perguntando se estaríamos interessados em receber uma garrafa da nova safra. Fazer uma pergunta dessas é o mesmo que perguntar a um cego se quer ver. A nossa resposta foi larga e entusiasticamente positiva.

Quando recebemos a garrafa, passados alguns dias, começámos a pensar mais a sério na envolvência do acto. E se ao degustar este Syrah 2012 estivéssemos a ser psicologicamente influenciados pelo facto do Syrah de 2011 ter recebido nota tão elevada? (ver aqui o texto que na altura escrevemos) Mais: e se a influência psicológica tivesse a ver com o facto do departamento comercial da Quinta da Romaneira, na pessoa de Nuno Santos, ter sido tão simpático e que o nosso juízo avaliativo fosse de alguma maneira corrompido por termos recebido graciosamente o Syrah da Quinta da Romaneira 2012? Queremos manter a nossa independência mas não podemos ser imunes à generosidade e simpatia do mundo do vinho e da vinha.

Então decidimos fazer o seguinte, para que os níveis de objectividade e de avaliação permanecessem ao nível a que temos habituado os nossos leitores e assim queremos continuar: fazer uma prova cega com os dois Syrah Quinta da Romaneira.

Foi elaborado um jantar de alta cozinha tradicional alentejana por sugestão da cozinheira envolvida na sessão, as duas garrafas foram tapadas por alguém exterior à prova e foram degustadas por 5 pessoas que conheciam a safra de 2011 mas não a de 2012. O resultado final foi de 3 a 2 a favor da safra de 2011, mas uma das duas pessoas que votaram a favor da safra de 2012 era elemento do Blogue do Syrah.

Como por acaso a garrafas não ficaram vazias, passado uma semana as mesmas pessoas voltaram a reunir-se, e agora às claras, num novo jantar, acabaram de beber o que faltava. E então o resultado foi diferente: 3 dos 5 participantes consideraram que a safra de 2012 era superior à de 2011.

Decidiu-se, ponderando o ocorrido, manter a mesma nota para o Syrah da Quinta da Romaneira, isto apesar de haver um ano de diferença no tempo de evolução do Syrah 2012. O que tinha sido bom continua excelente, para nosso regozijo!

romaneira_vinhas

O enólogo consultor deste projecto é o premiado António Agrellos, formado pelo Instituto de Enologia da Universidade de Bordéus. Eleito duas vezes “Enólogo do Ano” na categoria de vinhos fortificados, este grande enólogo português trabalha com Christian Seely desde 1993, na Quinta do Noval, e tem, desde o início do projecto da Romaneira, em 2004, um papel bastante activo. Famoso pela produção, desde 1994, de grandes vinhos da Quinta do Noval (três destes vinhos obtiveram 100 pontos no espaço de 15 anos), António Agrellos produz Vinhos do Porto e do Douro reconhecidos como alguns dos melhores entre os melhores.

Já dizia o nosso egrégio Fernando Pessoa, “Boa é a vida, mas melhor é o Syrah.” Este Romaneira é um óptimo exemplo para seguir à risca a citação apresentada!

 

Classificação: 19/20                           Preço: 19,00€


 

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.