Alfaraz, Herdade da Mingorra, 100% Syrah, Alentejo, 2009

alfaraz_garrafa

Alfaraz é nome de um cavalo de batalha vindo das arábias. É por onde começamos hoje, para falar de um Syrah com um nome de origem árabe, logo, muito provavelmente, só poderia ser do Alentejo!

As notas de prova dizem-nos que “apresenta cor intensa, aroma acentuado a compotas de frutos vermelhos, acidez equilibrada, taninos firmes e persistentes.” Teve doze meses de estágio em madeira de carvalho francês. Tem uma graduação alcoólica de 14%.

Nas terras quentes do Baixo Alentejo, a escassos quilómetros da cidade de Beja, há uma das mais antigas culturas vitícolas da região. São vinhas com décadas de história, que Henrique Uva preserva e rentabiliza há anos, e as quais sempre quis valorizar como produtor independente.

alfaraz_herdade

Em 2004 concretizou-se o sonho, com o projecto a dar pelo nome de Henrique Uva / Herdade da Mingorra. A Adega está devidamente enquadrada nos 1.400 hectares de uma paisagem que chega a ser exuberante, tal é a diversidade de culturas e fauna, com várias bacias hidrográficas a funcionarem como autênticos oásis. A Adega assume-se como um autêntico lugar de culto. Um espaço onde a modernidade e a funcionalidade convivem, de forma indelével, com as técnicas mais tradicionais.

alfaraz_vinha

O resultado só podia ser vinho de qualidade, consistente, profundo, algum inovador até, e com uma boa relação qualidade/preço, fruto do trabalho de uma equipa dinâmica e empreendedora, liderada pelo enólogo Pedro Hipólito. A excelência da cultura vitícola, bem como as condições estruturais e humanas do projecto, têm constituído o segredo do sucesso. Os vinhos têm sido alvo das considerações dos críticos no que toca à qualidade, e as vendas, tanto a nível nacional como nos mercados de exportação, têm vindo a aumentar.

No total são 1.400 hectares de área, referente a três propriedades: Herdade da Mingorra, Sociedade Agrícola do Barrinho e Herdade dos Pelados. Para além dos 135 hectares relativos à vinha, 200 hectares são de olival com rega, 125 hectares de regadio por “pivot” e os restantes de cultura tradicional e floresta.

Situada em plena Herdade da Mingorra, a Adega tem uma área de 2.000 m2, apenas vinifica uvas próprias e trabalha processos de vinificação de vários níveis. No total, o investimento foi superior a dois milhões e meio de euros, com o condão de ter sido estudado de modo a preservar as técnicas tradicionais, ainda que em perfeita consonância com a mais alta tecnologia.

alfaraz_adega

Os registos comprovam que na propriedade há vinhas plantadas há quase 30 anos, uma salutar raridade na região. Em termos vitícolas, a área está distribuída da seguinte forma: 60 hectares de vinha velha, com cerca de 30 anos, das mais antigas de que há registo no Alentejo e das primeiras a serem plantadas e organizadas em talhões, aramadas e separadas por castas. Tudo com arte e rigor.

O compositor austríaco Gustav Mahler disse que:
Uma taça de Syrah vale mais que todas as riquezas da terra.
Essa taça de vinho pode bem ser, para começar, um Syrah denominado Alfaraz!

 

Classificação: 15/20                                                     Preço: 7,00€

alfaraz_ft


 

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.